10 de jan de 2016

DA REALIDADE PARA AS TELAS DO CINEMA

SNIPER AMERICANO


   Christopher Scott Kyle nasceu no Texas em 1974, era o mais velho de dois irmãos. Quando tinha apenas 8 anos de idade, o seu pai lhe presenteou com um rifle para poderem caçar juntos. Foi seu primeiro contato com armas. Kyle foi pião de rodeio, mas por pouco tempo pois machucou o braço e acabou desistindo desse ramo. Mais tarde ele resolveu se inscrever num recrutamento militar da Marinha Americana, porém foi recusado por causa dos pinos em seu braço. Tempo depois, Chris acabou conhecendo um recrutador do Exército Americano que viu nele um rapaz astuto e com tremenda capacidade de liderança. Chris Kyle foi designado SEAL do comando de Guerra Especial Naval, com quatro turnos de serviço. Ele foi considerado o mais letal atirador de elite das forças armadas americanas, registrou 166 mortes confirmadas durante a batalha.
   Após cumprir suas quatro missões no Iraque, ele retornou a sua vida civil. Sofreu um pouco pra se adaptar a vida comum, porém a ajuda de sua esposa e seus dois filhos foram essenciais para que ele recuperasse seu senso de humor e começasse a ser feliz novamente. Kyle se interessou em ajudar os veteranos de guerra a se recuperar de traumas. Com apenas 38 anos de idade ele acabou sendo assassinado pelo veterano Eddie Ray Routh ( que sofria de estresse-traumático) em um campo de tiro em fevereiro de 2013.

 

Essa história incrível inspirou o filme "Sniper Americano" de Clint Eastwood, lançado agora em 2015. O filme conta a história de Kyle de forma bem sucinta e sublime. Pra quem gosta de acompanhar filmes baseados em histórias reais e interessantes, tipo eu, eu recomendo o "Sniper Americano". Assistam e depois me dizem o que acharam.


Sibely Martello Vilches
Informações retiradas dos sites:
http://mundopocket.com.br/
http://www.globo.com/


Postar um comentário